Icones-02.png

Cálculo renal

Os cálculos renais são o principal motivo de cirurgias de urgência dentro da urologia. Podem estar associados a dor intensa, infecção urinária e piora da função dos rins.

 

Também conhecidos como “pedra no rim”, os cálculos quando estão no rim não são em si, na maioria das vezes, o problema das pessoas. O problema se dá quando essas pedras descem junto com a urina em direção à bexiga, através de um pequeno canal chamado ureter. O ureter faz parte do trato urinário, tendo a função de levar a urina que é produzida no rim até a bexiga. Contudo, quando um cálculo acaba descendo por este canal, ele acaba machucando e por muitas vezes entupindo o escoamento normal do rim. A dor decorrente desta situação é muito forte, conhecida por “cólica renal”, muitas vezes associada a náuseas, vômitos e sensação de desmaio. Por este motivo, o paciente precisa procurar o pronto-socorro porque a dor é insuportável. 

 

Dentre os tratamentos dos cálculos urinários, as cirurgias endoscópicas então hoje entre os tratamentos padrão-ouro. Utilizando o próprio caminho da urina, utilizamos câmeras muito pequenas e laser para fragmentar os cálculos, garantindo resolução imediata da obstrução da urina e evitando complicações. 

 

Por isso, é muito importante que pessoas que tem cálculos renais, ou histórico familiar, sejam acompanhadas adequadamente para evitar esta situação de urgência que pode comprometer a função renal ou propiciar infecções graves.